InícioFAQBuscarRegistrar-seMembrosGruposConectar-se

Compartilhe | 
 

 "A LENDA DE KALEIDO STAR" BY nadja

Ir em baixo 
AutorMensagem
Nadja
Bailarina 2 estrelas
Bailarina 2 estrelas
avatar

Número de Mensagens : 40
Idade : 28
Localisation : orfanato Applefield,
Data de inscrição : 17/06/2007

MensagemAssunto: "A LENDA DE KALEIDO STAR" BY nadja   Sab Jun 30, 2007 2:17 pm

pessoal espero que gostem do meu fic aqui vai a musica de abertura

Ha uma lenda que trazida pelo vento me ensina a sorrir
(nasce o dia aprece sora de costas, vestida com o fato que usou na técnica angelical a olhar para o kaleido star).

E me dá forças para viver, onda as borboletas vão livres e é assim
(aparece todo o elenco do kaleido star a fazer acrobacias e a saltar)

nenhum coração é triste e assim nascem flores coloridas no meu jardim, nascem flores coloridas no meu jardim, e assim nascem flores coloridas no meu jardim
(aparecem os rostos do Leon e do Yuri a olharem um par o outro em sinal de desafio)

Ha uma lenda onde existe um sentimento que nunca vai acabar que levo dentro de min onde as dores nunca chegam , onde não existe medo, e é assim é uma lenda que podemos dividir, é uma lenda que podemos dividir, é uma lenda que podemos dividir
(aparece sora a correr na praia com um vestido branco e um chapéu de palha de repente ele voa para o sol e tudo se enche da luz do sol)


Faça essa lenda valera pena viva seus sonhos e ilusões, que sejam verdade na primavera que existe em seu coração, faça que o anjo, que vive nos seus sonhos, cuide da criança que ha em nos,e quando cresça, nunca se esqueça, porque perdera o seu coração
(aparece uma rapariga de rosto tapado pelos cabelos castanhos encaracoladas com vestido cor de rosa cheio de folhinhos e assegurar numa sombrinha também cor de rosa)


Ha uma lenda que a vovo contava sempre e que eu vou te contar para você poder sonhar onde a maldade perde e eu bem que sempre vence e é assim só quem sonha é feliz até ao fim só quem sonha é feliz até ao fim, so quem sonha em feliz até ao fim
(aparece sora, Leon, Yuri, e a rapariga do vestido cor de rosa a fazer uma vênia)

faça a lenda valer pena viva seus sonhos e ilusões que sejam verdade na primavera que existe em seu coração, façam que o anjo que vive no seu coração, cuide da criança que ha em nos e quando cresça nunca se esqueça porque perdera o seu coração
(aparece Sora, Leon, Yuri, Rosseta e a rapariga cor de rosa a voarem no ar, com as asas de um anjo no ar e foll a rodar entre eles e a lançar o seu pozinho dourado)


faça a lenda valer a pena viva seus sonhos e ilusões que sejam verdade, na primavera que existe em seu coração, faça essa lenda valer a pena, essa lenda valer a pena
(aparece sora a balouçar em cima de um trapézio muito sorridente e foll no ombro dela)


faça essa lenda valera pena viva seus sonhos e ilusões que sejam verdade, na primavera que existe em seu coração, faça essa lenda valera pena faça, essa lenda valera pena
(aparece sora de costas a noite com o fato que usou na técnica angelical a olhar para o kaleido star e de repente aparece o pessoal do kaleido star a correr para ela e o fool a lançar o seu pozinho dourado e a voar até ao topo do kaleido star)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cavaleirosdozodiaco.forumotion.com
Nadja
Bailarina 2 estrelas
Bailarina 2 estrelas
avatar

Número de Mensagens : 40
Idade : 28
Localisation : orfanato Applefield,
Data de inscrição : 17/06/2007

MensagemAssunto: Re: "A LENDA DE KALEIDO STAR" BY nadja   Sab Jun 30, 2007 2:17 pm

1 Capitulo

I - A LENDA

Ainda era outono na cidade luz, pessoas saiam de suas casas com alegria no fim de tarde, caminhando pelas ruas e parques.

Diante do grande portão de ferro, um táxi parou. Logo o motorista fora avisado para esperar. Quando um belo jovem de cabelos dourados, vestindo um longo sobretudo preto saiu. Mal dera dez passos fora abordado por uma senhora já de idade.

-Flores Sr? –ela ofereceu, mostrando-lhe uma cesta que carregava.

-Não obrigado! – ele respondeu educadamente.

-Vejo tristeza em teus olhos rapaz, mas alivia teu coração, todos merecem uma segunda chance; a mulher falou o fitando com serenidade, antes de se afastar.

-Por favor, espere! –ele pediu correndo até ela.

-Sim!

-Quero todas as brancas; ele falou, enquanto pegava a carteira de dentro do bolso do sobretudo.

-Aqui esta; a mulher disse lhe entregando um buquê com lírios, rosas e gérberas brancas.

-Obrigado! – ele respondeu, pagando e voltando-se para frente do portão semi aberto. –É agora! –ele murmurou entrando.

Um longo campo verde estendia-se a sua frente. Desviando aqui e ali, ele finalmente chegara ao seu destino. Nunca pensou que, apenas neste lugar fosse acontecer esse reencontro, tantas lembranças, das quais algumas não eram tão boas quanto às outras.

-Me perdoa por demorar tanto tempo pra vir te visitar, mas não me senti digno de vir aqui depois de tudo; ele falou se aproximando. –Me perdoa por não ter podido corresponder aos seus sentimentos e ainda ter sido tão cretino a ponto de usá-los de forma tão cruel; ele falou dando um suspiro. –“Agora que comecei não posso parar”; ele pensou. –Me perdoa por ter te machucado e principalmente por ser o responsável pelo seu esplendor ter se apagado; ele continuou com a voz sofrida. –Juro que se pudesse voltaria no tempo e nunca teria começado com aquela vingança estúpida que feriu tantas pessoas; Yuri falou caindo de joelhos no chão de frente a bela lápide de mármore branco com os dizeres:

Sophie Oswald.
Amada Irmã.

-Me perdoa, Sophie; a voz de Yuri saiu quase num murmúrio, enquanto algumas lágrimas rolavam sobre a face alva do jovem. Nublando os belos olhos violeta.

-Deve tê-la amado muito não, meu jovem? – a Sra das flores falou, aparecendo a seu lado.

-Infelizmente não fui digno de tal sentimento; ele respondeu se recompondo.

-Todos têm direito de amar; a Sra respondeu.

-Não! Eu não; ele respondeu, depositando as flores em cima do tumulo. –Esse sentimento é bom de mais para alguém como eu;

-Deveria se dar uma segunda chance, meu jovem; a mulher falou.

Um estalo na mente de Yuri fê-lo voltar a exatamente dois anos atrás, quando sairá as pressas de Paris para os Estados Unidos e a promessa que fizera a ela antes de partir.

-Uma mulher já me disse isso antes; ele comentou, não sabia o porque de estar conversando com uma completa estranha algo tão pessoal, mas sentia necessidade de desabafar com alguém.

-Ela deve ser bem especial para você; a Sra comentou.

-Muito; ele respondeu fitando a lápide próxima a seus pés. – Mas também já a magoei.

-Meu jovem as oportunidades, somos nós que as criamos e antes de querermos o perdão de alguém temos que nos perdoar primeiro; a Sra falou colocando a mão sobre o ombro dele, de modo consolador. –Não adianta lutar contra os demônios do passado, você tem que seguir em frente e encontrar aquele anjo que lhe guia; a Sra completou.

-Eu já me senti assim. Enfrentando numa batalha acirrada meus próprios demônios, até perder e me sentir como um deles; Yuri falou com amargura. – Mas ela me deu a mão, sempre achei incrível como ela conseguia ver o lado bom das coisas mesmo com a situação difícil, sem desistir; ele falou. – Ela foi à única a ver em um lado bom em mim, que eu desconhecia a existência; ele completou com o olhar vago.

-Já disse a ela que a ama? –a Sra perguntou.

-Ahn! Ah... Não é isso; ele respondeu prontamente, com um leve rubor. – Nós somos só amigos.

-Mas ela é especial para você? – a Sra perguntou arqueando uma sobrancelha.

-É, mas...;

-Então o que esta esperando para conquistá-la? – a Sra perguntou impaciente.

-Acho que a Sra não entendeu; Yuri começou, gesticulando impacientemente ainda com a face corada.

-Entendi sim meu jovem; a Sra falou. –Creio que por mais mal que você possa ter causado a essa jovem; ela falou apontando para a lápide. – Ela não iria querer te ver sofrendo e garanto que estaria triste ao ver-lhe assim; a Sra completou.

-Sra; Yuri murmurou.

-Todos temos direito a uma segunda chance, para viver, ser feliz... Amar, só basta se permitir a isso;

-Não sei! –ele murmurou confuso.

-Você é jovem, tem muita coisa para viver ainda, mas seja rápido, alguém pode conquistá-la antes; a Sra falou com um sorriso. – Até algum dia Jovem Yuri; ela falou.

-Obrigado Sra; ele falou fazendo uma breve reverencia, não se dando conta de que a Sra o chamara pelo nome.

-Tome, considere isso como um presente, para começar bem a sua nova vida; a Sra falou lhe entregando uma rosa vermelha. –Seja feliz.

Com as mãos tremulas. Ele aceitou o presente, a delicada flor moldou-se entre as palmas de suas mãos. Aquela rosa tinha uma cor intensa, viva e vibrante que lhe deixava completamente fascinado. Ergueu seus olhos para agradecer a Sra, mas não viu mais ninguém, estranhamente a Sra se fora.

Bem, era hora de deixar os fantasmas do passado de onde eles nunca deveriam ter saído. Do passado. Seis meses longe do Kaleido Star, foram suficientes, precisava voltar, agora isso já virara necessidade. Ali começaria sua vida do zero, onde pela primeira vez em muito tempo se permitiria ser feliz.

Era a hora certa para voltar...


Última edição por em Sab Jun 30, 2007 2:20 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cavaleirosdozodiaco.forumotion.com
Nadja
Bailarina 2 estrelas
Bailarina 2 estrelas
avatar

Número de Mensagens : 40
Idade : 28
Localisation : orfanato Applefield,
Data de inscrição : 17/06/2007

MensagemAssunto: Re: "A LENDA DE KALEIDO STAR" BY nadja   Sab Jun 30, 2007 2:19 pm

II – Novas Idéias.

Alguns dias depois/ Kaleido Star...

Mia andava de um lado para outro desesperada, “como todo período que precedia uma nova temporada”, logo teria de entregar o roteiro da peça nova para Carlos e mal a escrevera. O chefe simplesmente a mandara fazer algo inédito em comemoração aos 25 nos do Kaleido e ela simplesmente congelou sua veia literária.

Procurando em seus livros, na Internet e nada de ter uma inspiração. Até que seus olhos baterem na primeira pagina do jornal que Anna estava lendo a sua frente.

-Da isso aqui! – ela gritou puxando das mãos da jovem assustada a folha, fazendo a mesma com o susto cair da cadeira. –Daqui a três meses o maior eclipse lunar do milênio vai acontecer, por volta das seis da sete da noite (horário de verão). Sol e Lua se encontrara... Uhn! Bom, muito bom; ela murmurou com a mão no queixo.

-Mia você está bem? – Anna perguntou assustada, enquanto se levantava do chão.

-PERFEITO! –ela gritou, fazendo Anna cair de novo no chão, com o salto que ela deu. –Já sei sobre o que vai ser a próxima peça; ela falou com os olhos brilhando.

-E sobre o que é? – Anna perguntou animada.

-Vai ser incrível; Mia falou animada, ignorando a pergunta. –Tenho que falar com o Carlos urgente;

Logo Mia saiu correndo do quarto, em direção a sala do Chefe, agarrada ao jornal. Deixando uma confusa Anna para trás.

III – Livre como um pensamento.

Sora estava sentada no alpendre do terraço do Kaleido Star, já era tarde e o dia estava realmente fresco, fora avisada por Sara que dali a três meses o Kaleido comemoraria vinte e cinco anos, dos quais cinco ela já estava ali.

Era incrível como o tempo passara e as coisas mudavam. Tudo começou com uma desastrada tentativa sua de ajudar uma atriz a não se machucar, depois mais coisas vieram, mas o que mais parecia lhe atormentar era o fato de sentir falta e algo. Fizera tantas conquistas, executara a técnica fantástica, fora parceira de Layla, depois enfrentara o desafio de ser a parceira do Leon e executar a técnica angelical, tornando-se uma verdadeira estrela, mas sentia-se confusa, sabia faltar algo, mas não sabia onde buscar.

-Isso não vai me levar a lugar algum; ela falou mais para si do que para alguém.

-Sem duvidas, sentada aqui não tem como você fazer alguma coisa mesmo; uma voz meio divertida soou bem próxima ao seu ouvido, fazendo-a se assustar e se desequilibrar.

Teria caído do alpendre se não fosse prontamente segurada pela cintura, por aquele que falara. Ao erguer a cabeça, seus rostos estavam a milímetros de distancia e a face da jovem ficou rapidamente vermelha, ao notar que com o susto agarrara-se ao pescoço da pessoa.

-Desculpe Sora, não queria lhe assustar; Leon falou com um sorriso sereno, fitando a face corada da jovem.

-Ahn! B-bem…; aquela aproximação não era muito favorável para ajudar na formação de algum pensamento coerente. –E-eu...; Só então se dera conta de que ainda estava agarrada ao pescoço dele e que ele ainda lhe segurava pela cintura, fazendo-a corar mais ainda; -Her! Me desculpe; ela disse tirando os braços do pescoço dele.

-Tudo bem, a culpa foi minha por tê-la assustado; ele falou com seriedade, ajudando-a descer do alpendre, embora estivesse adorando a situação.

-Ah! Tudo bem; ela falou com um doce sorriso.

-Vim lhe avisar que o Carlos quer todos reunidos no ginásio, para falar sobre a nova peça; ele explicou.

-Quando?

-Bem, precisamente agora; ele falou olhando no relógio de pulso.

-Então é melhor irmos, antes que ele surte; ela disse abafando um riso, enquanto pegava na mão de Leon para puxá-lo para dentro do prédio, deixando-o momentaneamente estático, para depois acompanhá-la.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cavaleirosdozodiaco.forumotion.com
Nadja
Bailarina 2 estrelas
Bailarina 2 estrelas
avatar

Número de Mensagens : 40
Idade : 28
Localisation : orfanato Applefield,
Data de inscrição : 17/06/2007

MensagemAssunto: Re: "A LENDA DE KALEIDO STAR" BY nadja   Sab Jun 30, 2007 2:21 pm

IV – Um retorno inesperado.

Todos já estavam se reunindo no ginásio principal quando Sora e Leon chegaram de mãos dadas. Mei e Rosetta vieram até os dois animadas, mas estacaram com um olhar curioso para a cena.

-E então, ficaram sabendo que Mia já preparou o novo roteiro? – Mei comentou.

-Já; Leon respondeu indiferente.

-Bem se todos estão aqui, acho que podemos começar; Carlos falou, mas foi interrompido.

-Desculpe o atraso, acabei de chegar; a voz de Yuri soou calma, vinda da porta, chamando a atenção de todos.

Enquanto o jovem entrava calmamente no ginásio vestindo um simples conjunto de calça e blusa branca. Os cabelos rebeldes apenas acentuavam os traços marcantes do acrobata. Que também teve que se controlar diante da cena mais indesejada por ele e parecia que a ‘Sra’ sabia de alguma coisa.

-“Tenho que agir rápido”; ele concluiu.

-Como vai Jovem Yuri? – Sora perguntou com um doce sorriso, a mais de seis meses que não via o amigo.

-Melhor agora! Obrigado por perguntar; ele falou com um sorriso charmoso, fazendo algumas garotas no fundo da sala suspirarem e um certo acrobata arquear uma sobrancelha.

-Bem, agora que todos estão aqui; Carlos começou, mas foi interrompido novamente, fazendo uma veinha saltar na testa. – Mais essa agora; ele resmungou.

-Desculpa o atraso Carlos; Mia falou entrando no ginásio abraçada como sempre a seu laptop.

-O próximo que me interromper é demitido; o chefe falou estressado.

-Alguém não dormiu do lado certo da cama essa noite pelo visto; Mei comentou abafando o riso, mas parou ao receber um olhar envenenado do chefe.

-Bem chamei todos aqui, para anunciar a nova peça em comemoração aos 25 anos do Kaleido Star. Explique-nos sobre o roteiro Mia; o chefe mandou.

-Essa peça será a mais perfeita a ser produzida aqui; ela disse tomando a frente do chefe e ajeitando os óculos. –Será dividida em três atos; ela começou.

-Primeiro serão os acrobatas, segundo um conto e terceiro como sempre o grande enceramento; Carlos falou se intrometendo.

-Her! Não é bem isso; Mia falou.

-Então?- Ele perguntou com uma veinha saltando da testa.

-Os três atos se chamarão respectivamente Deliriun, Equilibriun e Amore; ela começou. –Deliriun é o primeiro ato. Conta à história de um jovem, que cansado de viver em sua cidade, onde as pessoas eram sempre as mesmas e nunca saiam da rotina, decidiu ir embora e procurar novos lugares para conhecer. Ele busca o sonho de conhecer um mundo onde as coisas tenham vida, cor e sentimentos. Por sentir-se perdido uma voz o guia pelos caminhos certos a seguir, até ele encontrar um novo mundo e descobrir uma nova maneira de viver; Mia falou, notando que todos prestavam muita a atenção.

-Que lindo; Sora comentou e Leon apenas assentiu em silencio.

-Equilibriu é a segunda parte, após realizar o sonho de conhecer um mundo melhor, esse jovem decide voltar para a casa, embora seja algo realmente difícil, pois aprendera a amar e a viver bem nesse mundo. Quando chega em sua casa, encontra tudo exatamente como antes, preto e branco, triste por tal fato, ele ouve a mesma voz que lhe guiou, sugerir que pouco a pouco criasse seu próprio mundo. Ele passou a convencer as pessoas de que a vida pode ser diferente e que eles podem sonhar. Mudando assim a maneira daquelas pessoas de viver; Mia falou.

-Parece legal; Rosetta comentou com Mei.

-Amore é o fim. Embora esse jovem se sentisse feliz com a nova vida que levava, depois de criar o seu mundo. Ele sentia falta de algo. Aquela voz que sempre o guiou desaparecera. Desesperado ele sai em busca da origem da voz, passa dias e noites procurando, até que uma noite quando já estava desistindo de encontra-la, ele avista uma jovem cantando em meio aquela floresta e reconhece sua voz, mas ao se aproximar a jovem desapareceu e com isso fez-se o dia. Todas as noites que ele se aproximava, ela se ia;

-Que triste; Sora murmurou, sendo observada atentamente por duas pessoas.

-Eles eram como o Sol e a Lua, toda vez que o jovem tentava se aproximar ela ia e nem mesmo ele conseguia observa-la de longe, e noite após noite isso se repetia. Até ele ver-se apaixonado pela jovem cujo destino estava marcado para nunca cruzar com o dele, tornando aquele sentimento impossível; Mia continuou.

-Não gostei; Sora resmungou emburrada, quando viu Mia olhar pra ela e sorrir.

-Imaginei que fosse dizer isso, Sora; a roteirista falou sorrindo diante do olhar confuso da garota; - Pois bem, só existe uma forma dos dois ficarem junto, mas eles só tem uma chance a cada duzentos anos; Mia falou.

-Um eclipse lunar; Leon respondeu de forma interessada.

-Exato! –Mia falou contente, finalmente alguém entendera o que ela estava falando desde o começo. – Exatamente, no momento do eclipse Sol e Lua se transformam, para poderem se encontrar; ela falou.

-Então tem que ser uma técnica a altura; Sora comentou com ar pensativo.

-Bem, os papeis serão divididos assim; Carlos começou. – As pessoas da cidade serão divididos em dois grupos liderados por Mei e Rosetta, as pessoas do outro mundo ficaram num grupo com a Anna, Sora vai entrar como a Lua e por fim o papel de Sol será feito o teste; Carlos falou, voltando-se para os dois acrobatas. – Daqui dois dias isso será decidido, comecem a treinar.

-“Deliriun, Equilibriun e Amore, porque tenho a impressão de conhecer essa história”; Sora pensou intrigada, vendo Mia sair do ginásio. –Mia espera; ela chamou correndo atrás dela.

-Sim, o que foi Sora? –ela perguntou.

-Você não disse o nome da peça; Sora falou curiosa.

-Ah! Sabia que estava esquecendo de alguma coisa; Mia falou dando um tapa na testa. –Ela se chama A Lenda.

-Tá certo; ela respondeu. –Até mais Mia; Sora falou se despedindo dela.

Enquanto isso...

-Há quanto tempo, Yuri? –Leon falou com calma.

-Bastante, mas como vai? – o jovem perguntou.

-Perfeitamente bem; Leon respondeu seco.

-Bem se não se importa tenho que ir treinar; Yuri respondeu, saindo e acenando com a mão.

-Vai tentar voltar? –Leon perguntou curioso, antes do acrobata chegar até a porta.

-Isso te incomoda? – Yuri perguntou com um sorriso sádico.

-Pelo contrario; ele respondeu. –“ Isso me estimula a te vencer”; ele completou em pensamento.

Uma corrente passou pelo olhar dos dois, que se fitavam em desafio. Não era preciso ser vidente para saber que o papel de protagonista não era o único objeto da obsessão daqueles dois.

V – A Ultima Técnica.

Como Sora só poderia treinar quando seu parceiro fosse escolhido, ganhou o dia de folga. Resolvendo por fim, voltar até o seu dormitório, encontrando lá um espírito espertinho a lhe esperar.

-Como foi o dia Sora? – Fool perguntou curioso.

-Bem, o jovem Yuri já voltou de Paris; ela comentou.

-Entendo; o espírito do palco falou sério.

-Fool! Ta acontecendo alguma coisa, você esta estranho? – Sora perguntou preocupada.

-Tenho algo para te falar; ele começou, vedo-a se sentar na cama.

-E o que é?

-É algo sobre seu ultimo desafio; Fool disse.

-Mas...;

-Me deixe terminar, é muito importante; ele disse bem sério.

-Fool você ta me assustando; Sora falou, nunca o havia visto assim.

Logo o espírito do palco abriu os braços, fazendo com que uma linha dourada surgisse a sua frente e junto dela um globo esverdeado.

-A constelação de peixes finalmente se libertou da rende que lhe tirava a liberdade; ele começou sério. –O brilho emanado por escorpião mostra-se empenhado em mostrar seu esplendor para conquistar; ele prosseguiu. –E a flecha do arqueiro esta sendo o mais duramente retesado, embora o alvo ainda não esteja definido; ele completou.

-“O que isso quer dizer?”; Sora pensou franzindo o cenho. –O que isso quer dizer Fool?

-Mais uma vez a Roda da Fortuna vira e um caminho desconhecido abre-se a sua frente, quando a sua vida imitar a arte, você saberá o que fazer; ele explicou. – Por hora, espero o desfecho de outros destinos, antes do seu se findar;

-A vida imitar a arte; ela murmurou. – Fool a Mia já preparou a peça de comemoração do Kaleido Star; Sora comentou animada.

-E como se chama? – o espírito do palco perguntou curioso.

-A Lenda; ela falou. – A Mia disse que vai ser dividido em três atos chamados Deliriun, Equilibriun e Amore; ela completou.

-“Uhn! As coisas estão se encaminhando mais rápido do que eu imaginei”; o espírito do palco pensou.

-E eu vou fazer o papel da Lua, mas o Sol ainda vai ser decidido. O Carlos mandou ser preparado o teste, pelo visto o Jovem Leon e o Jovem Yuri vão fazer; ela falou com ar empolgado.

-“Realmente as coisas estão rápidas de mais”; ele concluiu. –Mas na sua opinião, quem é o mais adequado para ser seu parceiro? – ele perguntou sério.

-Uhn! – ela pareceu pensativa. –Não sei, os dois são meus amigos e sempre me dei bem atuando com os dois, acho que não saberia escolher; ela respondeu com um sorriso sem graça.

-“Previsível”; ele pensou. –“Só me pergunto como ela não consegue prestar atenção nisso”; ele pensou exasperado.

-Fool! – Sora o chamou.

-O que foi?

-Ta fazendo aquela cara estranha de novo; ela falou apontando pra ele.

-Bem, agora que resolvemos isso, você poderia ir tomar um b-...; Ele foi cortado pela garota que o jogava janela afora.

-Eu não mereço; ela resmungou









bem espero que tenha gostado agora a musica de encerramento
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cavaleirosdozodiaco.forumotion.com
Nadja
Bailarina 2 estrelas
Bailarina 2 estrelas
avatar

Número de Mensagens : 40
Idade : 28
Localisation : orfanato Applefield,
Data de inscrição : 17/06/2007

MensagemAssunto: Re: "A LENDA DE KALEIDO STAR" BY nadja   Sab Jun 30, 2007 2:23 pm

Ha uma lenda que trazida pelo vento me ensina a sorrir
(nasce o dia aprece sora de costas, vestida com o fato que usou na técnica angelical a olhar para o kaleido star).

E me dá forças para viver, onda as borboletas vão livres e é assim
(aparece todo o elenco do kaleido star a fazer acrobacias e a saltar)

nenhum coração é triste e assim nascem flores coloridas no meu jardim, nascem flores coloridas no meu jardim, e assim nascem flores coloridas no meu jardim
(aparecem os rostos do Leon e do Yuri a olharem um par o outro em sinal de desafio)

Ha uma lenda onde existe um sentimento que nunca vai acabar que levo dentro de min onde as dores nunca chegam , onde não existe medo, e é assim é uma lenda que podemos dividir, é uma lenda que podemos dividir, é uma lenda que podemos dividir
(aparece sora a correr na praia com um vestido branco e um chapéu de palha de repente ele voa para o sol e tudo se enche da luz do sol)


Faça essa lenda valera pena viva seus sonhos e ilusões, que sejam verdade na primavera que existe em seu coração, faça que o anjo, que vive nos seus sonhos, cuide da criança que ha em nos,e quando cresça, nunca se esqueça, porque perdera o seu coração
(aparece uma rapariga de rosto tapado pelos cabelos castanhos encaracoladas com vestido cor de rosa cheio de folhinhos e assegurar numa sombrinha também cor de rosa)


Ha uma lenda que a vovo contava sempre e que eu vou te contar para você poder sonhar onde a maldade perde e eu bem que sempre vence e é assim só quem sonha é feliz até ao fim só quem sonha é feliz até ao fim, so quem sonha em feliz até ao fim
(aparece sora, Leon, Yuri, e a rapariga do vestido cor de rosa a fazer uma vênia)

faça a lenda valer pena viva seus sonhos e ilusões que sejam verdade na primavera que existe em seu coração, façam que o anjo que vive no seu coração, cuide da criança que ha em nos e quando cresça nunca se esqueça porque perdera o seu coração
(aparece Sora, Leon, Yuri, Rosseta e a rapariga cor de rosa a voarem no ar, com as asas de um anjo no ar e foll a rodar entre eles e a lançar o seu pozinho dourado)


faça a lenda valer a pena viva seus sonhos e ilusões que sejam verdade, na primavera que existe em seu coração, faça essa lenda valer a pena, essa lenda valer a pena
(aparece sora a balouçar em cima de um trapézio muito sorridente e foll no ombro dela)


faça essa lenda valera pena viva seus sonhos e ilusões que sejam verdade, na primavera que existe em seu coração, faça essa lenda valera pena faça, essa lenda valera pena
(aparece sora de costas a noite com o fato que usou na técnica angelical a olhar para o kaleido star e de repente aparece o pessoal do kaleido star a correr para ela e o fool a lançar o seu pozinho dourado e a voar até ao topo do kaleido star)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cavaleirosdozodiaco.forumotion.com
Sofii chan
Admin
avatar

Número de Mensagens : 115
Idade : 27
Localisation : Leiria
Data de inscrição : 16/06/2007

MensagemAssunto: Re: "A LENDA DE KALEIDO STAR" BY nadja   Seg Jul 02, 2007 1:04 pm

Aleluia...ela meteu aqui a sua maravilhosa obra de arte!!! =D

sem palavras para descrever....vc ja sabe ke escreve fantasticamente bem!! *.*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ashitanonadjapt.forumeiros.com
Nadja
Bailarina 2 estrelas
Bailarina 2 estrelas
avatar

Número de Mensagens : 40
Idade : 28
Localisation : orfanato Applefield,
Data de inscrição : 17/06/2007

MensagemAssunto: Re: "A LENDA DE KALEIDO STAR" BY nadja   Qui Jul 05, 2007 1:06 pm

mt obrigada^^ Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cavaleirosdozodiaco.forumotion.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: "A LENDA DE KALEIDO STAR" BY nadja   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
"A LENDA DE KALEIDO STAR" BY nadja
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Mustang GT-500 do filme "Eu sou a Lenda" com o Will Smith
» Ford Mercury 49 RAT ROD "FINALIZADO 16/10!"
» Ferrari Breadvan "tunning"
» Ferrari Enzo - "FIORANO"
» ola, "bonjour"

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Outros :: Fanfics e Fanarts-
Ir para: